Notícia - CTB Minas apoia os trabalhadores da Cemig

A CTB Minas se solidariza com os trabalhadores da Cemig e repudia a tentativa do governo Romeu Zema (Novo-MG) de se aproveitar da crise para arrochar salários, retirar direitos e sucatear a empresa. O governador não esconde seu objetivo maior de privatizar a companhia, que, há quase 70 anos, é referência no fornecimento de energia elétrica.

Apesar do cenário de crise econômica e pandemia de Covid-19 – que requer ainda mais diálogo e sensibilidade nas negociações –, a Cemig quer impor sua pauta de retrocessos na campanha salarial e destruir os acordos coletivos atuais. Até o momento, a empresa não aceitou receber as propostas dos trabalhadores e ainda ameaça retaliações.

Enquanto ataca os trabalhadores e adota um discurso ultraliberal, na linha dos governos Bolsonaro e Zema, a Cemig abre o cofre para acionistas e executivos. Mesmo com o recente fechamento de 50 bases operacionais, Zema ampliou o número de diretorias da empresa. Só com os cargos mais altos da administração, os gastos mensais foram elevados para mais de R$ 4,5 milhões.

Todo apoio aos trabalhadores! Não à retirada de direitos! Não à privatização da Cemig!


Fonte:  Portal CTB - 03/12/2021


Comentários