Área Restrita
Newsletter
Segunda-Feira, 24 de Novembro de 2014
Notícias
tamanho fonte 12fonte 14fonte 16
Vigilantes em greve fazem passeata no Centro do Rio
Vigilantes em greve fazem passeata no Centro do RioEm greve há 24 dias, vigilantes do Rio de Janeiro permaneceram concentrados na Candelária, desde as 7h, de segunda-feira (18). A passeata,  iniciada às 11h30, seguiu pela Avenida Rio Branco até a Presidente Antônio Carlos, sede do Tribunal Regional do Trabalho, onde haveá uma audiência de conciliação, às 13h.


Os vigilantes querem 10% de reajuste acima do índice de inflação, enquanto o sindicato patronal oferece apenas 1,5%. O sindicato da categoria denuncia também um suposto regime de semiescravidão a que estariam submetidos pelas empresas de segurança. Algemados e acorrentados, eles exigirão melhores condições salariais e de trabalho. Segundo eles, vários postos de trabalho são insalubres e desumanos, como a sala de segurança do Aeroporto Santos Dumont e do Shopping Rio Sul.


Em Nova Iguaçu, a adesão à greve foi de 100% na última sexta-feira, com o fechamento de 50 bancos no município. De acordo com Sérgio Bruno, presidente do Sindicato dos Vigilantes de Nova Iguaçu, as agências continuarão fechadas nesta segunda-feira até o término da audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho. Os caixas eletrônicos foram liberados pelo comando de greve para não prejudicar a população. Em todo o estado cerca de 350 bancos estão fechados.


Alguns bancos e o sindicato patronal tentaram através de liminar pedir a ilegalidade da greve. No entanto a Justiça trabalhista de Campos, Nova Friburgo e Rio de Janeiro consideraram a paralisação dos vigilantes legal.


Fonte: Portal CTB Com informações de agências - 19/04/2011
imprimir Outros Enviar para um amigo