Área Restrita
Newsletter
Sexta-Feira, 31 de Outubro de 2014
Notícias
tamanho fonte 12fonte 14fonte 16
Frentistas vão ganhar 6,53% de aumento salarial
Frentistas vão ganhar 6,53% de aumento salarialOs 100 mil frentistas do Estado de São Paulo conquistaram 6,53% de aumento salarial em negociação fechada entre os patrões e a Federação Estadual, além dos 16 sindicatos da categoria. O reajuste, a ser aplicado sobre os salários de março (data base), traz embutido 4,77% relativos à inflação dos últimos 12 meses mais 1,76% de aumento real.

Assim, o piso salarial dos trabalhadores saltou para R$ 869,71 — já incluídos os 30% de adicional de periculosidade. Além disso, a categoria garantiu o seguro de vida, vale transporte (sem o desconto de 6%), tíquete refeição de R$ 8,20 e a cesta básica, com no mínimo 27 quilos. Outro item conquistado estabelece o adicional de 20% de quebra de caixa ao empregado que exercer exclusivamente a função de caixa.

Segundo o presidente do Sindicato dos Frentistas de São Paulo, Antônio Porcino Sobrinho, a convenção coletiva está sendo redigida pelos representantes dos trabalhadores e dos patrões dos 8.500 postos de combustíveis do Estado e será assinada na quarta-feira, dia 14 de abril. "Apesar da crise, conseguimos conquistar, além da inflação, um aumento real de salário. E isso é avanço", avalia Porcino.

"A campanha salarial foi difícil porque foram necessárias oito rodadas de negociação para chegarmos a um acordo", destaca o presidente da Federação Estadual da categoria (Fepospetro), Luiz de Souza Arrais. "Mas, apesar das dificuldades, mantivemos a cesta básica e o vale refeição, além de outros direitos", completa Vanderlei Roberto dos Santos, secretário geral do Sindicato dos Frentistas de São Paulo.


Fonte: Assessoria de imprensa da Federação Nacional dos Frentistas - 07/04/2010
imprimir Outros Enviar para um amigo