Área Restrita
Newsletter
Segunda-Feira, 22 de Dezembro de 2014
Notícias
tamanho fonte 12fonte 14fonte 16
Terceirizados da Eletropaulo decretam greve
Terceirizados da Eletropaulo decretam greve

Em assembleia realizada no último dia 27, pelo Sindicato dos Eletricitários de São Paulo com os funcionários das empresas terceirizadas prestadoras de serviço da Eletropaulo, foi elaborado o plano de lutas com a definição das datas de greves e mobilizações que sucederão.
 
As manifestações serão em repúdio às diferenças salariais, de benefícios, condições de trabalho, segurança e saúde que há entre os funcionários terceirizados e próprios da Eletropaulo.

Os terceirizados são responsáveis pela manutenção e ampliação da rede de energia, além do atendimento aos consumidores nos serviços de corte, religação e ligação nova. “Nosso objetivo não é realizar a greve, mas sim conseguir melhorar os salários, benefícios e condições de trabalho desses profissionais. Porém, se as empresas persistirem em tratá-los sem nenhum valor, tomaremos essa medida mais drástica”, informa o presidente do Sindicato dos Eletricitários de São Paulo, Carlos Reis.

De acordo com o sindicalista, eles realizam as mesmas funções dos contratados próprios e são expostos aos mesmos riscos. “Não é justo que sejam marginalizados pela contratante. Quando a categoria se organiza para reivindicar seus direitos, mostra à empresa seu poder e valor”, diz Carlos Reis.

A paralisação de 24 horas está marcada para ter início a zero hora do próximo dia 9. Se o descaso das empresas persistir o plano de lutas seguirá com nova greve de 48 horas a partir de 22 de setembro e de 72 horas em 1º de outubro.

As empreiteiras prestam serviço para a Eletropaulo, principal distribuidora de energia da cidade de São Paulo e outros 27 municípios, que atende mais de 20 milhões de pessoas. A solução desse impasse está sob a responsabilidade das empresas de atenderem às necessidades iminentes dos trabalhadores.



Fonte: Assessoria de Imprensa - 03/09/2009
imprimir Outros Enviar para um amigo