Área Restrita
Newsletter
Quinta-Feira, 23 de Outubro de 2014
Notícias
tamanho fonte 12fonte 14fonte 16
Servidores de Nova Odessa entraram em Greve
Servidores de Nova Odessa entraram em Greve

Esgotadas as negociações com a administração, e atendendo a vontade da categoria que rejeitou a contraproposta da prefeitura que concedeu apenas 6% a título de reposição salarial e cesta básica de R$ 321,00, os servidores públicos municipais de Nova Odessa deflagraram greve geral. A greve teve início às zero hora do dia 31 de março.



Após ser informada do resultado das assembleias setoriais, quando 92% dos servidores disseram não a proposta da administração e 75% optaram pela greve, a administração ignorou a vontade dos servidores e arbitrariamente enviou um projeto de lei para aprovação dos vereadores.



Dirigentes sindicais ligados a Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais do Estado de São Paulo estão em Nova Odessa  apoiando os servidores. A greve é um instrumento legal que os trabalhadores podem usá-lo quando seus direitos não estão sendo respeitados.



Os servidores reivindicam: Implantação do Plano de Carreira, Cargos e Salários; Pagamento de horas extras de 100% nos feriados; Revisão do laudo de insalubridade; Fim de cobrança do INSS sobre as férias; Cesta básica para todos os afastados por doença ou acidente de trabalho; Equiparação salarial para mesma função; Periculosidade de 30% para servidores  que trabalham com roçadeiras; Fim do desvio de função; Revisão do PPP dos motoristas da Central de Ambulância;Redução jornada de trabalho da enfermagem para 30hs; Equiparação do salário dos GCMs; Fim do assédio moral.



Segundo a presidente do Sindicato, Nordete de Fátima Ribeiro, servidores do todos os setores aderiram ao movimento, inclusive da Guarda Municipal, onde logo pela manhã, guardas que entrariam em serviço entregaram as armas para o comando e aderiram a greve.



Sem nenhuma nova contraproposta da administração, a greve continua por tempo indeterminado.



Fonte: Assessoria de imprensa da Federação dos Servidores Municipais do ESP - 01/04/2014
imprimir Outros Enviar para um amigo