Área Restrita
Newsletter
Sábado, 23 de Agosto de 2014
Notícias
tamanho fonte 12fonte 14fonte 16
Sindicato de Uberaba fará manifesto à CMU contra a aprovação de proposta
Sindicato de Uberaba fará manifesto à CMU contra a aprovação de proposta

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SSPMU) apresentará manifesto à Câmara de Vereadores contra o projeto que autoriza a contratação de Organização Social (OS) para gerir o Hospital Regional. Junto com os sindicalistas de Uberaba, assinam o documento entidades sindicais de Araxá, Delta e Sacramento. Também aderiram a Confederação dos Servidores Públicos do Brasil e a Nova Central Sindical de Trabalhadores.

No manifesto, o SSPMU repudia a entrega do hospital para a gestão de terceiros, argumentando que a medida implicaria automaticamente na privatização do HR. “Isso desviaria os reais objetivos da Saúde pública prevista na Constituição Federal, inclusive contrariando frontalmente a opinião do Ministério Público”, continua o texto.

Um dos pontos criticados pelos sindicalistas é o formato de contratação dos funcionários do hospital, pois os profissionais não seriam servidores efetivos e a situação acabaria prejudicando o Instituto de Previdência do Funcionalismo Público Municipal. “Seria um retrocesso nas relações de emprego”, acrescenta. De acordo com o presidente do SSPMU, Luiz Carlos Santos, a mobilização contra a OS faz parte do trabalho para a valorização da categoria. O sindicalista ressalta que este um compromisso firmado pelo próprio prefeito Paulo Piau (PMDB) este ano.

Apesar da resistência do governo municipal, o líder da categoria defende que a PMU encabece a gestão do hospital porque os custos serão menores. “No nosso entendimento, é só colocar pessoas da área técnica para administrar e não envolver política nos cargos de comando. A partir daí, basta abrir concurso e pagar bem os profissionais”, pondera. Segundo Luiz Carlos, o grupo está acompanhando a tramitação do projeto na Câmara de Vereadores e outras ações serão desenvolvidas para barrar a contratação da OS no município.



Fonte: Jornal da Manhã - 28/11/2013
imprimir Outros Enviar para um amigo