Notícia - Trabalhadores realizam ato contra a privatização dos Correios

Centenas de trabalhadores e trabalhadoras dos Correios realizaram um ato em frente à sede da empresa, em Brasília, em protesto contra a privatização da estatal considerada um patrimônio do povo brasileiro, na manhã desta terça-feira (13). Estiverem presentes representantes de 20 sindicatos filiados à da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect).

A dupla Jair Bolsonaro/Paulo Guedes, presidente e ministro da Economia, quer privatizar a empresa que atende todos os mais de 5 mil municípios brasileiros, do sertão nordestino às cidades ribeirinhas da região amazônica, sem levar em conta os enormes prejuízos da venda para o povo e para o país.  

Se a empresa for privatizada, além de quase 100 mil trabalhadores e trabalhadoras demitidos, as postagens e entregas de produtos podem ficar mais caras, já que as empresas privadas visam apenas o lucro em detrimento do social e não vão querer atuar nos confins do país, onde os recursos são pequenos, mas as necessidades são muitas.

“Hoje os Correios fazem a integração, o subsídio cruzado, em que os locais que dão lucro custeiam as pequenas cidades. Em nossa análise cerca de três mil cidades do país ficariam com serviços precários, tendo o atendimento dos Correios uma vez ao mês ou a cada 15 dias”, denuncia José Rivaldo, presidente da Fentect.

Além de um atendimento adequado há inúmeras razões para que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos seja mantida como estatal. (Veja abaixo 18 motivos para o povo brasileiro defender a manutenção da empresa como estatal ).

Um desses motivos é o lucro de R$ 1,5 bilhão, em 2020, o que demonstra ainda que os Correios não são deficitários e não há razão para que o governo de Jair Bolsonaro (ex-PSL) queira vencer 100% da empresa. Até mesmo a Procuradoria Geral da República (PGR) manifestou ao Supremo que a venda total da estatal é inconstitucional.

“É um absurdo que o governo queira vender uma empresa, que tem dado lucro e tem um lado social grande para o Brasil. A gente vai continuar lutando e este ato de hoje representa que é possível barrar a privatização dos Correios”, conclui Rivaldo.

Confira aqui os 18 motivos para não privatizar os Correios

1 – Os Correios tiveram em 2020 lucro bilionário estimado em R$ 1,5 bilhão! Entre os anos de 2017 a 2019 foram mais de R$ 930 milhões de lucro!

2 - Os Correios foram escolhidos como preferido para entregas na Black Friday, com um incremento de 13% no volume de encomendas em relação ao ano anterior. Foram 2,2 milhões de envios em apenas um dia.

3 - Os Correios apoiam os micros e pequenos empreendedores. De acordo com pesquisa da Loja Integrada, mais de oito entre dez varejistas online de pequeno e médio porte escolhem os Correios como fonte principal dos fretes aos clientes.

4 - Os Correios são premiados e reconhecidos mundialmente. Pela 4ª vez, os Correios venceram o World Post & Parcel Awards, o Oscar dos Correios de todo o mundo, e alcançou o primeiro lugar nas categorias Cross Border Growth, com o novo modelo de importação pelo portal "Minhas Importações". 

5 - Há 12 anos, a realização do Enem só acontece graças ao esforço dos trabalhadores dos Correios, que são responsáveis pela logística e entrega das provas em toda as regiões do país.

6 - No dia de aplicação do Enem, em apenas três horas, os trabalhadores dos Correios entregaram provas em mais de 15 mil locais.

7 -  Correios são responsáveis pela entrega de livros e materiais didáticos nas escolas públicas de todo o Brasil!

8 - Os trabalhadores dos Correios distribuíram, no ciclo 2020/2021, 197 milhões de livros didáticos em todos os 5.570 municípios do país através de uma megaoperação.

9 - No ciclo 2019/2020, a empresa entregou mais de 90 mil toneladas de carga para 140 mil escolas. Graças a esse importante trabalho, os Correios receberam um Word Mail Awards, prêmio que identifica as organizações com as melhores práticas na indústria global postal.

10 - Correios estão em todas as regiões do país, responsáveis por integrar o Brasil de norte à sul!

11 - Os Correios são a única empresa que tem capacidade de realizar a captação, tratamento, distribuição e entrega de encomendas em mais de 5.500 municípios do Brasil. A empresa está em todas as regiões do país!

12 - Os Correios são umas das maiores empresas postais do mundo.

13- A empresa entrega, mensalmente, cerca de meio bilhão de objetos postais, sendo 25 milhões de encomendas. São mais de 25 mil veículos, 1.500 linhas terrestres e 11 linhas aéreas em operação de norte a sul no Brasil.

14 - Os trabalhadores dos Correios estão espalhados em aproximadamente 15 mil unidades próprias, entre agências, centros de distribuição, tratamento e logística, e contam com aproximadamente 99 mil trabalhadores (87% em funções operacionais e 13% administrativas), desses 55,6 mil carteiros.

15 - Serviço postal universal é uma garantia constitucional.

16 - Os Correios cumprem um papel essencial para a população. É a empresa que garante a universalização dos serviços postais, sendo um direito amparado pela Constituição Federal.

17 - Correios empregam quase 100 mil trabalhadores em todo o Brasil. A privatização da estatal significará, além de grande prejuízo ao povo brasileiro, um aumenta de desemprego em grave crise econômica e social que já vivemos.

18 - Os Correios estão presentes em todas as regiões do Brasil. Somente em 2020, os Correios entregaram 343 milhões de encomendas. São 28 milhões de encomendas/mês e 1,3 milhão de encomendas/dia. 

Leia mais: Entenda como a privatização dos Correios vai afetar a sua vida

*Com informações da Fentect


Fonte:  Rosely Rocha - CUT / Foto: Scarlett Rocha - 13/07/2021


Comentários