Notícia - Neto participa de mobilização de trabalhadores em "esquenta" para protestos contra Bolsonaro

Os presidentes da CSB, CUT e Força Sindical participaram de ato nesta sexta-feira (18) que funcionou como aquecimento para as manifestações nacionais contra Jair Bolsonaro, marcadas para sábado (19).

“No próximo sábado (19), estaremos nas ruas pelo Fora Bolsonaro, mas é preciso ir além. É hora de dizer não à reforma administrativa, exigir os R$ 600 de auxílio emergencial e gritar bem alto: vacina no braço e comida no prato”, diz Antonio Neto, presidente da CSB.

Ao lado de Miguel Torres da Força Sindical e de Sérgio Nobre da CUT, o presidente da CSB, Antonio Neto, discursou para trabalhadores em  frente a fábrica de motores MWM.

“Amanhã vamos dar uma demonstração para esse governo e todo o país que não aceitamos mais, vejam a audácia desse Posto Ipiranga dizer que que o problema do Brasil é que a classe média come demais. Estamos aqui para dizer chega, tá chegando a hora, precisamos dar um basta nesse governo genocida.” disse Antonio Neto.

Além da mobilização foi realizada uma assembleia com os metalúrgicos e panfletagem com orientação de medidas sanitárias a serem seguidas pelos trabalhadores no dia 19 de junho (uso de máscaras de boa qualidade, álcool em gel e distanciamento para evitar aglomerações).


Fonte:  CSB - 18/06/2021


Comentários