Notícia - Trabalhadores relatam lesões e abusos em empresa contratada pela Cargill

Repórter Brasil ouviu seis funcionários e ex-funcionários da Transportes Bertolini Ltda (TBL), empresa contratada pela Cargill para fazer o transporte da soja pelo rio Madeira, em Rondônia, que sofreram graves acidentes trabalhistas, na maior parte das vezes após jornadas irregulares de mais de 30 horas sem descanso.

De acordo com a reportagem de Daniel Camargos, casos de dedos amputados, perda de visão e cirurgias na coluna são algumas das cicatrizes deixadas pela crescente produção de soja no Brasil. Apenas o transporte do grão da Cargill — um dos maiores conglomerados do agronegócio mundial — pelo rio Madeira, em Rondônia, deixa um legado de trabalhadores com lesões graves decorrentes de acidentes trabalhistas e de violações de normas de segurança, diz o texto.

Ainda segundo a reportagem, além dos problemas de saúde, os trabalhadores se queixam da exposição à poeira repleta de agrotóxicos do grão e da omissão da empresa. Três deles só conseguiram indenizações após entrarem com ações na Justiça.

Confira aqui a íntegra da reportagem.


Fonte:  Redação CUT / Foto: Fernando Martinho/Repórter Brasil - 30/04/2021


Comentários