Notícia - Centrais sindicais defendem urgência na votação da MP do Auxílio de R$ 600

As centrais sindicais elaboraram um manifesto defendendo urgência da votação da MP 1039 que amplia o valor do Auxílio Emergencial para R$ 600. Os sindicalistas consideram que aumentar o valor é uma resposta política diante da emergência sanitária.
 
O documento, assinado pelos presidentes da CUT, Força Sindical, UGT, CTB, CSB e Nova Central será entregue nesta quinta-feira (1º de abril) aos deputados federais para sensibilizá-los quanto a importância de ampliar o valor. “É urgente que essa MP seja votada nas duas Casas com as regras aplicadas em 2020 e duração compatível com o período da pandemia”, dizem as lideranças sindicais.
 
Eles ressaltam ainda, no documento, que a proteção econômica é fundamental para que as pessoas e as empresas possam cumprir o isolamento social necessário e aguardem os efeitos positivos da vacina e da imunização crescente. “Os mais de 320 mil mortos, número que cresce assustadoramente, o colapso do sistema de saúde e as mazelas das políticas do governo federal exigem respostas imediatas, firmes e ousadas”, finalizam.
 
CONFIRA A ÍNTEGRA DO MANIFESTO


Fonte:  Rádio Peão Brasil - 01/04/2021


Comentários