Notícia - LUTO: Plínio Sarti, vice-presidente do Sindnapi

É com imenso pesar que comunicamos o falecimento de Plínio Gustavo Adri Sarti, Vice-presidente do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos. 
 
Neste momento de dor, a Diretoria do Sindnapi se solidariza com familiares e amigos e expressa as mais sinceras condolências pela perda. 
 
PLÍNIO GUSTAVO ADRI SARTI, 75 anos, era advogado. Desde a juventude foi militante permanente em defesa do Estado Democrático de Direito. Sua carreira política iniciou-se no município de Sertãozinho, interior de São Paulo, onde se tornou vereador com 26 anos, chegando à presidência da Câmara.
 
Os intensos trabalhos desenvolvidos com vereador e nos movimentos sociais e sindicais, projetaram-no a estruturas maiores. Em 1985, tornou-se Secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Trabalho, em Brasília.
 
Em 1991, foi Secretário-adjunto da Secretaria Estadual de Promoção Social do Governo do Estado de São Paulo, que também compreendia a pasta do Trabalho. Três anos após organizar a estrutura das Relações do Trabalho, em 1994, tornou-se Secretário Estadual do Trabalho (SERT).
 
Com destacado trabalho frente à SERT, em 1995, Plínio Sarti foi convidado a integrar o Ministério do Trabalho e Emprego, órgão do Governo Federal, em Brasília, onde atuou como Secretário de Relações do Trabalho do MTE.
 
Com ligação direta também no movimento sindical, em 1998, Sarti foi Coordenador do Departamento Jurídico da Federação dos Metalúrgicos no Estado de São Paulo, entidade que representa cerca de 700 mil trabalhadores.
 
Também atuou nos departamentos jurídicos de várias entidades sindicais até integrar, em 2013, a diretoria do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da Força Sindical, como Secretário-geral da entidade. Na próxima gestão tornou-se Vice-presidente. 
 
Com amplo trabalho no Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da Força Sindical, somada à vasta experiência em sua história de luta por um Brasil melhor, Sarti foi nomeado para desenvolver políticas públicas para a Terceira Idade, na Secretaria Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos do partido Solidariedade.


Fonte:  Força SIndical - 18/03/2021


Comentários