Notícia - Servidores buscam apoio em defesa do serviço público

Os sindicatos de servidores municipais da baixada santista e litoral mandarão ofícios às associações comerciais, sociedades de melhoramentos de bairros, entidades de trabalhadores e empresariais com um alerta.

O alerta é de que todos serão prejudicados com as propostas de emendas constitucionais (pecs) que tramitam no congresso nacional referentes a servidores e serviços públicos.

As propostas, segundo os sindicatos, rebaixam salários e retiram direitos do funcionalismo municipal, estadual e federal. Mas também diminuem a quantidade e a qualidade dos serviços prestados pelo estado.

Ao sucatear, desmontar e privatizar a estrutura de setores básicos de saúde, educação, segurança, infraestrutura e manutenção, entre outros, as ‘pecs’ prejudicam as classe médias e pobres.

Ao diminuir os ganhos e revogar direitos dos servidores, as propostas do governo federal, já em debate na câmara e senado, prejudicarão também o comércio e o setor de serviços, entre outros.

Fora da bolha

A proposta de mobilizar esses setores, pedindo que pressionem os deputados federais e senadores a rejeitarem as ‘pecs’, foi aprovada na noite desta terça-feira (9), em ‘live’ do Sindest.

Sindest é o sindicato dos 12 mil servidores estatutários e 4 mil aposentados de Santos. A ideia foi do presidente do sindicato dos servidores (Sindserv) de Guarujá, Zoel Garcia Siqueira.

“Não podemos ficar apenas na nossa bolha de servidores, como se os problemas fossem exclusivamente nossos”, diz o sindicalista. “A sociedade também é duramente atingida pelas medidas do governo”.

Para Zoel, os trabalhadores e suas famílias, na maioria dos casos sem planos de saúde, dependem de prontos-socorros e hospitais públicos, assim como de escolas e segurança mantidas pelo estado.

Ele quer alertar as associações comerciais que, “com a queda do poder aquisitivo do funcionalismo, serão afetados desde o comerciante da esquina até os lojistas dos shoppings’”.

Live disponível

O presidente do Sindest e dos sindicatos de Praia Grande e São Vicente, Fábio Marcelo Pimentel, Adriano Roberto Lopes da Silva ‘Pixoxó e Edson Ramos Paixão, elogiaram a iniciativa de Zoel.

Eles participaram da ‘live’ e falarão com os demais presidentes de sindicatos do funcionalismo da baixada santista e litoral para que participem da campanha de esclarecimento da sociedade.

As ‘pecs’ 32-2019 e 186-2020 serão explicadas nos documentos, assim como a que viabiliza nova rodada do auxílio emergencial a uma parcela de brasileiros em situação de vulnerabilidade.

As ‘lives’ do Sindest, normalmente de uma hora, são transmitidas pelo Facebook e Youtube e ficam disponíveis na rede social do sindicato. A desta semana tem uma hora e meia de duração.


Fonte:  Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Servidores Estatutários Municipais de Santos - 10/03/2021


Comentários