Notícia - Carta aberta do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba

É com muita tristeza que nos deparamos com um cenário assustador. Desde o início da pandemia, mais de 260 mil brasileiros e brasileiras já perderam a vida em decorrência da Covid-19. Temos mais de 11 milhões de pessoas contaminadas.

Aqui no Paraná já passamos dos 720 mil infectados e quase 13 mil mortos. É a maior crise sanitária que o mundo já viu. Se essa crise preocupa o mundo, para nós essa preocupação é redobrada.

Principalmente pelo fato que além de enfrentar o vírus, temos o agravante de estarmos sem governo. E esse desgoverno tem sido tão ou mais prejudicial que o próprio vírus.

Não temos vacinas.

Não temos campanha governamental de informação sobre a Covid e formas de prevenção.

O presidente fala a todo instante contra o isolamento social e contra o uso de máscara. Provoca inclusive aglomeração, quando o mundo todo fala em isolamento social.

O governo não tem projeto, programa para ajudar os trabalhadores e pequenos e microempresários nesse momento de paralisia econômica.

E essa irresponsabilidade, esse descaso tem consequências. Enquanto no mundo o número de contaminados vem caindo, em nosso país vem aumentando, causando colapso no nosso sistema de saúde. Praticamente não existe mais leitos disponíveis para tratamento do Covid nos grandes centros.

Diante dessa realidade, governos, Justiça e sociedade deveriam direcionar toda a sua energia, sua força, para o enfrentamento da crise sanitária.

Precisamos definir o enfrentamento ao vírus como nossa prioridade. Campanhas eleitorais, disputa de poder nesse momento é quase um crime. Nunca é tarde para o restabelecimento da justiça.

Nunca é tarde para se fazer justiça. Nós trabalhadoras e trabalhadores sabemos muito bem disso. Historicamente somos as maiores vítimas de uma Justiça que prioriza o capital.

Mas ao mesmo tempo não podemos permitir que a “elite” desse País tente tirar o foco do que é essencial, a vida dos brasileiros, e provocar a antecipação da campanha presidencial.

Nem podemos admitir que o atual governo use desse fato para esconder sua incompetência, seu descaso pela vida, buscando a polarização política que só nos leva a discórdia, a cultura do ódio.

Nesse momento, o que devemos exigir das autoridades que comandam nossas instituições, é trabalho e serenidade. Só com trabalho e união conseguiremos vencer o vírus.

Sérgio Butka
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba


Fonte:  Metalúrgicos da Grande Curitiba/PR - 10/03/2021


Comentários