Notícia - Sindicatos da Uganda trabalhando pela industrialização da África

Em 10 de novembro, seis afiliadas da IndustriALL em Uganda organizaram uma conferência que reuniu 80 participantes, incluindo os principais parceiros sociais, para discutir estratégias para o desenvolvimento econômico do país e como isso se liga à industrialização do continente por meio da integração de comunidades econômicas.

Os sindicatos concordaram que o terceiro Plano Nacional de Desenvolvimento do país (2020-2025) é um documento importante de incentivo a política de industrialização de Uganda e que os sindicatos devem assegurar sua implementação. O plano promove a agregação de valor nos setores de mineração, petróleo e gás e outro setores, bem como a geração de empregos. As entidades sindicais enfatizaram que a industrialização deve trazer empregos decentes e que os direitos dos trabalhadores devem ser respeitados. O encontro foi a oportunidade de pedir aos governantes do país a ratificarem a Convenção 190 da OIT (Organização Internacional do Trabalho) sobre a eliminação da violência e do assédio no mundo do trabalho.

Além disso, salários dignos e a erradicação do trabalho precário devem ser considerados na implementação. Por sua vez, os investimentos no desenvolvimento industrial também devem trazer novas competências aos trabalhadores. O governo também deve construir mais zonas de processamento de exportação para os setores de têxteis, vestuário, couro e calçados que possam criar mais empregados para os ugandenses ao longo da cadeia de valor. Os setores de pequena e média escala também devem ser apoiados.

A reunião contou com a presença de membros do parlamento representando trabalhadores, altos funcionários do governo, organizações empresariais, líderes sindicais, organizações da sociedade civil, organizações de empregadores e especialistas.

Os cinco representantes do parlamento que representam os trabalhadores, prometeram levar o debate sobre a industrialização para o parlamento ugandense. A constituição de Uganda permite a eleição de membros do parlamento que representam os trabalhadores.

O presidente do Conselho Coordenador da IndustriALL de Uganda, Hajji Twaha Sempebwa, falou sobre a importância da industrialização do continente africano.

“A industrialização é a chave para o desenvolvimento dos países da África Subsaariana, incluindo Uganda, pois cria oportunidades de trabalho decentes. No entanto, devemos garantir que os direitos dos trabalhadores e empregos decentes estejam na ordem do dia. Nossos governos deram grandes passos para garantir o sucesso, mas ainda há muito a fazer para superar os desafios da implementação, especialmente no contexto da pandemia COVID-19, disse Sempebwa.


Fonte:  IndustriALL - 13/11/2020


Comentários