Notícia - Campanha contra Covid-19 em frigoríficos tem ações em Limeira-SP

A CNTA (Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação), a Contac CUT (Confederação Brasileira Democrática dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação da CUT) e a UITA (União Internacional dos Trabalhadores) fizeram o lançamento nacional da campanha “A CARNE MAIS BARATA DO FRIGORIFICO É A DO TRABALHADOR”, no final de agosto, focando a alta contaminação pela Covid-19 nos frigoríficos brasileiros.

A campanha denuncia a inércia das empresas e do governo federal sobre o tema. De acordo com estimativa das entidades, colhida junto às entidades sindicais que representam trabalhadores da indústria frigorifica de todo o país, cerca de 25% dos 500 mil trabalhadores do setor foram contaminados pelo Coronavírus. Um número que ultrapassa 120 mil pessoas, sem contar os familiares destes trabalhadores, e as comunidades onde residem.

Em Limeira-SP, o Stial (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Limeira e Região) uniu forças com a Fetiasp (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação do Estado de São Paulo) e com a NCST (Nova Central Sindical de Trabalhadores) para a divulgação da campanha. Foram feitos anúncios em jornal, cartazes, spots de rádio e outdoor foi instalado na cidade. O programa de rádio “A Hora do Trabalhador”, que vai ao ar na Rádio Educadora 1020 Am Limeira, que é patrocinado pela USTL e Sindicatos de Trabalhadores de Limeira, repercutiu a campanha em várias edições, até mesmo com entrevistas internacionais.

“A sociedade precisa saber sobre esse drama!”, enfatiza Artur Bueno Junior, presidente do Stial. “Os trabalhadores de frigoríficos estão adoecendo enquanto são pressionados a manter e aumentar a produção. Essas ações de divulgação pretendem chamar a atenção de toda sociedade e autoridades, pois aparentemente a carne mais barata do frigorífico é a do trabalhador, como diz o mote da campanha.”


Fonte:  Assessoria de Imprensa - 03/09/2020


Comentários