Notícia - 7 de Agosto: Dia Nacional de Luto e de luta

Hoje, trabalhadores em todo o Brasil estão mobilizados pelas vidas que se perderam e que ainda serão perdidas por causa da covid-19.

O objetivo do ato é protestar e alertar a sociedade sobre as medidas equivocadas e desastrosas do governo federal, que desorganizaram e confundiram as ações de enfrentamento à pandemia.

“Nós alertamos no início da pandemia, em março que se o governo federal não abraçasse a e coordenasse uma política e um processo de isolamento social para que pudéssemos sair rapidamente dessa crise, preservando vidas e empregos, o país vivenciaria uma enorme tragédia”, disse Sérgio Nobre presidente da CUT.

Desde cedo, trabalhadores paralisaram seus trabalhos por 100 minutos. Por várias cidades do Brasil, faixa “Fora Bolsonaro”, estão espalhadas.

Ontem, o presidente da República, Jair Bolsonaro lamentou a chegada aos 100 mil mortos e disse que o governo fez o possível e o impossível para salvar as vidas dos brasileiros.

Sobre isso, Sérgio Nobre disse no Twitter: “Bolsonaro cada vez mais inclassificável. Todo respeito e solidariedade às quase 100 mil famílias que perderam alguém na pandemia agravada pela incompetência e descaso desse governo genocida”.

“A culpa, nós sabemos, com certeza é do governo federal. Precisamos sim, cobrar medidas do governo federal, para que se corrija o rumo do combate a se vírus tão forte e letal”, falou o presidente da Força Sindical, Miguel Torres, em vídeo divulgado hoje cedo nas redes sociais.

Acompanhe nas redes sociais das centrais toda a movimentação do dia de hoje.


Fonte:  Redação Mundo Sindical - Manoel Paulo - 07/08/2020


Comentários