Notícia - Sintrabor garante estabilidade no empregode 8 meses aos 2,5 mil trabalhadores da Prometeon

Mais uma vez ficou provado que quando os trabalhadores e o Sindicato estão unidos conseguimos buscar uma luz no fim do túnel mesmo em situações adversas como a que estamos vivendo com a pandemia do novo Coronavírus.

Esse foi o caso da Prometeon onde a empresa apresentou a proposta de redução de salário e da jornada de trabalho de 25% por 30 dias prorrogáveis por até 90 dias, e o nosso Sindicato, com muita habilidade e com o apoio dos companheiros, assegurou uma estabilidade no emprego aos 2,5 mil trabalhadores da Prometeon de 8 meses.

Com esse importante adendo, a proposta de acordo da Prometeon foi apresentada pelo nosso Presidente Márcio Ferreira em Assembleia realizada na porta da fábrica, na última quinta-feira (16) e foi aprovada pelos trabalhadores.

Por isso, desde o dia 18 de março, quando o nosso Sindicato fechou temporariamente as subsedes e manteve o plantão de atendimento telefônico na sede central, em decorrência da COVID 19, não arredamos o pé em estar ao lado da categoria, discutindo acordos com as empresas, sempre objetivando mitigar prejuízos no bolso do trabalhador e sem abrir mão das medidas de prevenção preconizadas pela Organização Mundial de Saúde para evitar o alastramento da doença.

Sendo assim, gostaríamos de reafirmar que continuamos firmes no propósito de defender vidas, mas sempre, na medida do possível conservando salários e empregos.

Também acreditamos que o melhor acordo entre trabalhador e empresa é aquele no qual o Sindicato participa, pois em qualquer conjuntura o verdadeiro interlocutor do trabalhador é o Sindicato.

A Diretoria do SINTRABOR comunga dessa premissa e reafirma a sua missão de estar ao lado dos trabalhadores da indústria da borracha, tanto no setor de pneumáticos como no setor de artefatos, e vamos provar dia após dia, que o acordo coletivo é a ferramenta nas relações entre capital e trabalho que sem sombra de dúvidas supera qualquer tipo de acordo individual.


Fonte:  Assessoria de Imprensa do Sintrabor - 20/04/2020


Comentários