Notícia - Sindpd e Seprosp se encontrarão no TRT para reunião pré-processual

Após a decisão do Sindpd em negociar diretamente com as empresas, o Seprosp acionou o sindicato dos trabalhadores de TI junto ao TRT para a realização de uma audiência de conciliação pré-processual. O Tribunal atendendo ao pedido da entidade patronal marcou para a próxima quinta-feira (13) às 14 horas, no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.

O pedido do patronato vem após a primeira rodada de negociação entre a representação patronal e o Sindpd ter frustrado as expectativas dos patrões que queriam a retirada de conquistas da CCT e a aniquilação financeira da entidade de representação dos trabalhadores.

Após o convite do Sindpd para as empresas fecharem acordos coletivos diretamente com o sindicato, os representantes dos patrões decidiram acionar o TRT na tentativa de retomar as negociações.

A reunião na justiça do trabalho visa buscar o entendimento entre as partes, neste caso, o sindicato patronal e a entidade dos trabalhadores antes de um procedimento na justiça.

O Sindpd resistiu e segue resistindo às tentativas do Seprosp de impor retrocessos na negociação coletiva. O sindicato não vai tolerar a tentativa de ingerência patronal nas decisões em assembleia da categoria e nem a retirada de qualquer direito da convenção coletiva dos profissionais de TI.

"Todos os anos é a mesma coisa, os empresários colocam o "bode na sala" para tentar subjugar o sindicato a aceitar o corte de direitos e um aumento irrisório. Mas não vamos sucumbir a essa estratégia, sobretudo porque somos um sindicato de uma categoria que quer e exige respeito", afirmou o presidente do Sindpd, Antonio Neto, logo após a paralisação das negociações.

Confira o histórico da negociação:

Patrões se negam a negociar e Sindpd sai da mesa

Em reunião extraordinária, diretoria do Sindpd avalia estratégia após recusa dos patrões em negociar

Conheça a proposta de Convenção Coletiva do Sindpd para o ano de 2020


Fonte:  Sindpd - 12/02/2020


Comentários