Notícia - Dieese cria calculadora que mostra perdas com reforma da Previdência

O Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) criou a “Calculadora de Aposentadoria”. Com o objetivo de esclarecer sobre quando e em que condições os trabalhadores poderão se aposentar se a reforma da Previdência for aprovada.

A ferramenta permite que o segurado do INSS faça simulações e compare o resultado de quanto receberia como aposentado pela lei atual da Previdência e quanto vai receber a partir das novas regras da proposta enviada pelo governo ao Congresso Nacional (PEC 287).

Segundo Rodolfo Viana, economista do Dieese, com a reforma as pessoas serão obrigadas a trabalhar mais, contribuir mais tempo, e ganhar menos.

“A calculadora foi criada para que todos possam se preparar e saber diretamente quais serão as mudanças no tempo de serviço e no valor da aposentadoria”, explica o economista.

O especialista explica que as mulheres serão as mais prejudicadas. “A idade mínima para aposentadoria passará de 60 para 62 anos, e o tempo de contribuição de 15 para 20 anos. As viúvas não poderão mais acumular a pensão do falecido marido, isso fará com que sua renda seja abruptamente rebaixada”, comenta.

Calasans – Para nosso presidente Francisco Calasans Lacerda, é preciso avaliar a real necessidade de uma reforma e ter cautela. “O que não pode ocorrer é perda de direitos”, diz. Segundo o dirigente, a Previdência existe para amparar o trabalhador em sua velhice. “É um pacto entre o cidadão e o Estado e esse pacto não pode ser alterado ao ponto de prejudicar direitos adquiridos”, completa. 

Calculadora – Segundo Rodolfo, o uso da ferramenta é simples. “Basta selecionar a categoria, o tempo de contribuição e o sexo. O resultado mostra o tempo restante de contribuição para aposentadoria integral e parcial”. Clique aqui e acesse.


Fonte:  Sinthoresp - 18/03/2019


Comentários