Notícia - Frentistas de SP participam de ato em defesa da Previdência Social

“Essa é uma luta necessária e urgente ante a ideia fixa do atual Governo de acabar com um dos maiores diretos da história de lutas da classe trabalhadora do Brasil”, disse Luiz Arraes sobre a proposta de reforma da previdência apresentada hoje por Bolsonaro ao Congresso Nacional, e que prevê, entre outros pontos, 40 anos de contribuição para ter direito a 100% da aposentadoria.

A Fepospetro, para reforçar a importância da participação dos frentistas de SP no ato que deu início à jornada de lutas da classe trabalhadora contra a proposta de reforma da previdência enviou, nos dias que antecederam o protesto, ofício de convocação para todos os seus dezessete sindicatos filiados, no que foi atendida pelo Sindicato dos Frentistas de Santos, de São José dos Campos, de São José do Rio Preto, de Campinas, Osasco, Presidente Prudente, entre outros. “O ato é importante, mas é preciso que esse debate chegue de fato aos trabalhadores, seja através das bases ou das redes sociais”, concluiu Arraes.


Fonte:  força sindical - 21/02/2019


Comentários