Buscar
Cadastro Newsletter
Redes Sociais
Acesso aos Editais

Skip Navigation LinksHome > Lista de Notícias > Notícia
Notícia - Borracheiros de São Paulo reivindicam reajuste salarial real de 3%
Crédito: Arquivo sindicato

Os trabalhadores nas indústrias da borracha aprovaram, no início da semana, a pauta de reivindicações para a campanha salarial deste ano. A categoria, cuja data base para o dissídio é em 1º de junho, exige reposição da inflação acumulada em 12 meses até maio – que deve ficar próxima de 9% – mais aumento real de 3%. Os percentuais também deverão ser aplicados sobre os pisos salariais do setor, que variam de acordo com a empresa.

O presidente do Sindicato dos Borracheiros da Grande São Paulo, Marcio Ferreira, salienta que a categoria também exige o pagamento de PLR (Participação nos Lucros e Resultados) para todos os trabalhadores. A gratificação, entretanto, também é variável conforme o tamanho da companhia. Para as pneumáticas, por exemplo, a entidade reivindica R$ 13 mil. No ano passado, as fabricantes de pneus que possuem instalações em Santo André, a Pirelli e a Bridgestone, pagaram PLR de R$ 10 mil e R$ 10,5 mil, respectivamente.

O sindicato também exige a manutenção de cláusulas sociais do acordo coletivo, como transporte, convênio médico, fornecimento de equipamentos de proteção, entre outras. As negociações com os representantes das empresas deverão ter início nas próximas semanas. “Deve ser uma campanha difícil, considerando o atual momento econômico do País”, pontua Ferreira.

Fonte: Diário do Grande ABC - 17/05/2016
 
Comentários