Buscar
Cadastro Newsletter
Redes Sociais
Acesso aos Editais

Skip Navigation LinksHome > Lista de Notícias > Notícia
Notícia - TI vira protagonista em tempos de crise
Foto: Divulgação

O setor varejista é um dos mercados que mais contribuem para a economia do País. Mesmo em tempos de crise, o consumidor pode até reduzir a sacola de compras, trocar produtos por outros mais baratos ou mudar de marca, mas o brasileiro não deixou de comprar. Neste cenário, a Tecnologia da Informação tem sido o principal ponto de equilíbrio entre investimentos em inovação a fim de engajar o cliente, eficiência operacional e logística e modernização do backoffice.

Na visão de Fernando Wanderley, IT General Manager da Ancar Ivanhoe Shopping Centers, essa é a oportunidade da TI mostrar para o core business que pode ser protagonista em encontrar novas formas de atrair o cliente e trazer à tona a competitividade do varejista. “Uma vez que os comerciantes já contam com sistemas e processos básicos bem arrumados, eles podem partir para um patamar mais maduro da TI com ferramentas analíticas com o objetivo de ofertar uma experiência personalizada para o consumidor”, aponta.

Na visão do executivo, as expectativas para o setor em 2016 são boas tanto para vendas quanto para investimento em novas tecnologias. “Curiosamente, vejo que em muitas empresas, o aporte em TI aumenta durante períodos complicados na economia. É nesta hora que a eficiência operacional se torna mais importante e os departamentos de Tecnologia da Informação podem ajudar a alavancar o negócio. Na Ancar, por exemplo, nunca investimos tanto em TI como em 2015 e isso se estenderá para 2016”, completa Wanderley.

Para ele, a tecnologia pode identificar e até mesmo antecipar mudanças estratégias a fim de auxiliar o varejista lidar com a crise. “O maior desafio da TI é acelerar a disponibilidade das informações estratégicas para a alta direção e auxiliar os lojistas a vender mais. São nessas duas frentes que a Ancar vem apostando.”

Além disso, Wanderley acredita que a TI tem um papel importante nas demandas de logística, especialmente no Brasil, que tem uma grande extensão geográfica. Se essa área, que é bem crítica para o varejista, for bem trabalhada, ela pode trazer mais satisfação ao cliente, redução de custos e melhorar a competitividade do setor.

Fonte: Decision REPORT - 02/10/2015
 
Comentários