Buscar
Cadastro Newsletter
Redes Sociais
Acesso aos Editais

Skip Navigation LinksHome > Lista de Notícias > Notícia
Notícia - Trabalhadores dos Correios de SP aprovam estado de greve e ampla mobilização
Foto: Divulgação

Em assembleia realizada na noite de 25 de agosto, os trabalhadores dos Correios de São Paulo aprovam estado de greve e ampla mobilização da categoria contra a postura da ECT nas negociações da Campanha Salarial 2015. Além de aumento salarial, a categoria reivindica melhoria do convênio médico, pagamento da PLR e responsabilização pelo rombo no Postalis (Fundo de Pensão dos Correios).

Durante a assembleia, a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos de SP (Sintect-SP) apresentou um resumo das negociações e ressaltou que a empresa não respondeu às reivindicações dos trabalhadores e nem apresentou contraproposta.

De acordo com os sindicalistas, com a alegação da crise financeira, os representantes da empresa inclusive acenaram com uma possível piora no convênio médico, com retirada dos pais e estabelecimento de cobrança;  e reajuste de salários abaixo da inflação.

A diretoria do Sintect deixou claro que exige a manutenção da cláusula referente ao convênio médico como está, com melhorias e ampliação de direitos. “A reação da categoria foi unânime. Se não houver uma proposta decente de reajuste salarial, manutenção e melhoria do convênio médico, pagamento da PLR e aumento nas cláusulas econômicas, vamos lotar a assembleia de 15 de setembro e realizar a maior greve de sua história”, afirmou Elias Cesário, o Diviza, presidente do Sintect-SP.

Fonte: Cinthia Ribas/Portal CTB, com Sintect-SP - 28/08/2015
 
Comentários