Buscar
Cadastro Newsletter
Redes Sociais
Acesso aos Editais

Skip Navigation LinksHome > Lista de Notícias > Notícia
Notícia - Pirelli afasta operários a partir do dia 5, mas número é incerto
Foto: Divulgação

A Pirelli vai adotar o lay-off, ou seja, a suspensão temporária de contratos de trabalho, para funcionários da fábrica de Santo André a partir do dia 5, com afastamento pelo prazo de cinco meses. No entanto, a empresa informou ontem que ainda não definiu quantos empregados serão incluídos nessa suspensão.

Na semana passada, a companhia havia informado que seriam 380 os suspensos – em vez de 450, como inicialmente anunciado –, para não afastar uma das quatro turmas inteiras de trabalho e manter a jornada de 6x2 (seis dias de trabalho para dois de folga), com carga semanal de 39,5 horas. Dias antes, a direção havia proposto encerrar a produção aos domingos e implantar jornada 6x1 (com apenas um dia de descanso), mas os colaboradores teriam de fazer 44 horas semanais.

A decisão de colocar parte do pessoal em lay-off se deve à situação do mercado nacional. No primeiro trimestre, as vendas feitas pelos associados da Anip (Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos) para as montadoras tiveram queda de 20,7% (de 5,067 milhões de unidades nos três meses iniciais de 2014 para 4,020 milhões agora). Trata-se de um reflexo direto da queda de 16,2% na produção de veículos no primeiro trimestre em relação ao mesmo período no ano passado, de acordo com os dados da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores).

Segundo o presidente executivo da Anip, Alberto Mayer, os três primeiros meses do ano foram alarmantes para a indústria nacional de pneus, em especial no fornecimento ao setor de caminhões e ônibus, no qual a queda chegou a 41,8%. Na mesma linha seguiram as exportações, com perda de 15,6%.

Fonte: Diário do Grande ABC - 28/04/2015
 
Comentários