Buscar
Cadastro Newsletter
Redes Sociais
Acesso aos Editais

Skip Navigation LinksHome > Lista de Notícias > Notícia
Notícia - Sindicato dos Jornalistas de São Paulo: Patrões apresentam proposta ruim para Interior e Litoral
Cadu Bazilevski - dirigentes do SJSP na mesa de negociação
Dois meses depois da direção do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) enviar pauta de reivindicação aos patrões, aconteceu nessa quarta-feira (16) a primeira rodada de negociação da Campanha Salarial de Jornais e Revistas do Interior e Litoral. Como era de se esperar, os empresários "choraram" miséria e procuraram convencer os sindicalistas de que enfrentam dificuldades.


E apresentaram uma contraproposta à pauta de reivindicação que reajusta os salários até R$ 6.200,00 apenas pelo INPC de 6,08% (e também os itens das cláusulas econômicas) e os que ganham acima disso, um valor fixo de R$ 376,96. Os jornalistas querem o INPC e mais um aumento real de 3%.


Os dirigentes do SJSP consideraram a proposta “muito ruim”, inclusive pior do que a obtida no ano passado. “É uma forma das empresas quererem jogar sua péssima opção política e o mau gerenciamento financeiro de suas empresas nas costas dos trabalhadores”, pondera Edvaldo de Almeida (Ed), secretário de Interior e Litoral do SJSP. “É importante que os jornalistas se engajem na Campanha Salarial. Os dirigentes irão reforçá-la com visitas às redações”, diz ele.


“Várias categorias obtiveram aumento real nas negociações e não há motivos para que os jornalistas também não as obtenha. Nós lutaremos pelo aumento real de salários”, diz a secretária adjunta de Interior e Litoral, Fabiana Caramez. Segundo o Dieese, no ano passado, cerca de 87% das categorias tiveram aumento real de salários e apenas 7% delas conseguiram repor a inflação.


Próxima rodada


Os jornalistas reivindicam reajuste de 6,08% (INPC) para todos os salários e 3% de aumento real. Além disso, a pauta prioritária prevê adequação das cláusulas sociais como licença maternidade de seis meses, auxílio creche para os pais, concessão de vale refeição, entre outros. Já está assegurada a data base em 1º de junho, o que faz com que os reajustes conquistados na Campanha sejam retroativos.


Além do Ed e da Fabiana, participaram da negociação o presidente do SJSP, José Augusto Camargo (Guto), José Eduardo Souza (adjunto do Interior e Litoral), Luigi Bongiovanni, diretor da Regional de Santos e Baixada Santista, Cadu Bazilevzki (diretor do ABCD), Telé Cardim (diretora de Ação e Formação Sindical) e Raphael Maia, advogado e coordenador do Departamento Jurídico do SJSP.


A próxima rodada de negociação está marcada para o dia 31 de julho.
Fonte: Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo - 18/07/2014
 
Comentários