Notícia - Sincomerciários de Tupã vai à Justiça contra perda no FGTS

O Sincomerciários de Tupã aderiu à ação coletiva na Justiça, através de convênio com a Força Sindical, que cobra a revisão do FGTS de acordo com os índices oficiais de correção monetária que deixaram de ser pagos. A ação é aberta aos filiados do Sindicato das 18 cidades da sua base territorial e os diretores da entidade estão percorrendo o comércio para explicar aos trabalhadores como proceder para a adesão à ação.


Segundo MOTTA, presidente da Fecomerciários, tesoureiro da Força Sindical e do Sincomerciários de Tupã, “estudos encomendados pela Força, com o apoio dos Sindicatos, demonstram que houve perda de até 88,3% na correção do FGTS, desde 1999, sendo que esta fórmula de cálculo está defasada e o trabalhador está perdendo, com correção bem abaixo da inflação”.


Já Amauri Mortágua, presidente do Sincomerciários de Tupã, observa: “Ficou demonstrado que a partir de 1999, a TR (Taxa Referencial utilizada para corrigir o FGTS) começou a ser reduzida, mês a mês, até chegar a zero no segundo semestre do ano passado, encolhendo e reduzindo a remuneração do Fundo de Garantia”.


Os Sindicatos, através de convênio da Força e demais Centrais Sindicais, contratou o Escritório Meira Morais, de Brasília, que está propondo essas ações coletivas que, segundo advogados, tem muita chance de vitória.


Fonte:  Fecomerciários - 19/07/2013


Comentários