Notícia - Documentário mostra drama de trabalhadores por trás de demissão em massa na Embraer

Um documentário produzido pelo Departamento de Comunicação do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos vai trazer à tona o drama de pessoas que perderam o emprego na demissão em massa anunciada em setembro pela Embraer. O vídeo “Embraer, fábrica de injustiças” será lançado nas redes sociais, nesta quinta-feira (19), às 18h.

As histórias são contadas pelos próprios trabalhadores. Entre os depoimentos estão sonhos de fabricar aviões que se transformaram em dor e decepção. 

Em pouco mais de 20 minutos de produção, são expostos casos de assédio moral, desrespeito aos direitos trabalhistas e o descarte de funcionários que ficaram com a saúde comprometida em razão das péssimas condições de trabalho de uma das maiores fabricantes de aviões do mundo. 

“Eu tenho dez parafusos nas costas. Eu dei meu sangue lá dentro. Quando entrei (na Embraer), eu não tinha nada”, relata Wellington Matias, um dos depoentes, demitido mesmo tendo adquirido a doença na fábrica. Este é apenas um dos muitos exemplos do que acontece nos bastidores de uma das principais empresas de alta tecnologia do país. 

O dossiê também revela casos de trabalhadores que foram ilegalmente pressionados pela direção da companhia a aderirem ao Programa de Demissão Voluntária encerrado no dia 2 de setembro. Ao todo, 1.600 funcionários foram demitidos por meio de três PDV. Outros 900 foram dispensados de forma direta.

Com o lançamento do documentário, o Sindicato pretende levar para a sociedade a discussão sobre as injustiças cometidas pela Embraer contra seus trabalhadores. A produção faz parte da campanha pelo cancelamento das 2.500 demissões.

“O vídeo expõe fatos que só quem trabalha na Embraer conhece. Essa é uma empresa que, mesmo recebendo dinheiro público, age com desrespeito à saúde e aos direitos dos trabalhadores. Uma fábrica desse porte não pode agir de forma tão leviana e gananciosa, por isso, essa história precisa ser conhecida”, afirma o diretor do Sindicato Herbert Claros. 

O documentário será exibido ao vivo no Facebook, Youtube e Instagram, no dia 19, às 18 horas, por meio das contas do Sindicato (Sindmetalsjc). Depois, ficará disponível para compartilhamento.

Confira o trailer do documentário


Fonte:  Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos - 19/11/2020


Comentários