Notícia - CNC aponta grande impacto do 13º salário na economia no final do ano

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) calculou que o 13º salário injetará R$ 208 bilhões na economia no final do ano.

Para o economista responsável pelo estudo, Fabio Bentes, o valor da gratificação será afetado pela deterioração do mercado de trabalho durante a pandemia, com a suspensão do contrato de trabalho e redução da jornada de trabalho. O valor estimado para esse ano é de 5,4% em relação a 2019 (R$ 216 milhões).

Em 2020, o valor médio que será pago é de R$ 2.192,71, um recuo de 6,6% ante os R$ 2.347,55 de 2019.

O estudo teve como base dados da massa salarial paga aos trabalhadores formais da iniciativa privada, do setor público, empregados domésticos com carteira assinada, além dos beneficiários dos Regimes Geral e Próprio da Previdência Social.

“Além dos inevitáveis impactos sobre o mercado de trabalho, decorrentes da recessão, a queda no montante pago em 2020 também deriva das medidas previstas na Medida Provisória nº 936. Sancionada em abril e prorrogada até o final deste ano, a MP regulamentou a redução da jornada de trabalho proporcional ao salário e ainda a suspensão temporária do contrato de trabalho como forma de preservar os empregos”, ressaltou a CNC, em nota oficial.


Fonte:  O Estado de S.Paulo - 29/10/2020


Comentários