Notícia - Trabalhadores do Hospital Municipal do Campo Limpo retomam seus postos de trabalho

Após uma luta que dura mais de um mês, Sindsep, trabalhadores do Hospital Municipal do Campo Limpo, movimento popular de saúde, conselheiros gestores e população ganharam a queda de braço com o governo Covas. Neste exato momento, servidores estão retomando seus postos de trabalho.

Esse foi o desfecho da reunião, nesta manhã de sexta-feira (21), entre Sindsep, trabalhadores, direção do Hospital Municipal do Campo Limpo e representante da Secretaria Municipal de Saúde.

Mesmo após o Tribunal de Contas do Município ter mandado o governo Covas suspender o processo de terceirização do hospital na zona Sul para a organização social Hospital Israelita Albert Einstein, em razão de várias irregularidades no processo, inclusive a falta de chamamento público, a OSS mantinha-se dentro do hospital, advertindo servidores, dispensando usuários, inclusive aqueles com cirurgias agendadas.

A proposta do governo na última quarta (19), após nova recomendação do TCM de suspensão da terceirização, era que o hospital fosse retomado pela administração direta apenas em 31 de agosto. Trabalhadores e usuários rejeitaram, bateram o pé, comparecendo aos plantões, verificando as irregularidades e realizando atos e denúncias.

Nesta manhã o hospital está sendo devolvido aos servidores, que estão emocionados e comemorando a luta em favor do serviço público para a população. "A luta vale a pena!", gritam os servidores dentro do auditório.


Fonte:  Sindsep-SP - 21/08/2020


Comentários