Notícia - Diretoria do Sindpd debate ações para cumprimento de Dissídio

A Diretoria do Sindpd se reuniu, na última quinta-feira, dia 12, para discutir as ações sindicais necessárias para a aplicação imediata do Dissídio coletivo de 2019, julgado realizado no dia 28 de agosto no Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

O presidente do Sindpd, Antonio Neto, relatou as ações do julgamento meses após a audiência conciliatória, ocorrida no dia 4 de abril, onde haviam cláusulas sem acordo entre o Sindpd e o Seprosp, o resultado foi de 8 votos a 3 a favor do Sindpd, concedendo todos os direitos exigidos pelo sindicato.

Dentre uma das maiores conquistas, os 90 dias de estabilidade para toda a categoria que não poderá ter nenhum trabalhador demitido nesse período a partir do dia do julgamento, a medida foi comemorada por todos que estavam presentes, para o presidente "Na verdade a emoção foi que a gente conseguiu convalidar nesse dissídio mais do que o reconhecimento do Tribunal, mas sim nosso trabalho", disse satisfeito pelos resultados finais.

A maior preocupação da direção do Sindicato está na ampla divulgação para a categoria da decisão de estabilidade de 90 dias, evitando assim que colegas sejam demitidos sem conhecer o seu direito, além da aplicação imediata e integral dos aumentos concedidos.

"Por isso pedimos que a categoria nos ajuda a comunicar todos os trabalhadores de TI, compartilhando as informações e denunciado para o Sindpd toda e qualquer descumprimento do Dissidio para que a diretoria tome as devidas providências, sejam elas sindicais ou jurídicas", afirmou Neto.


Fonte:  Sindpd - 19/09/2019


Comentários