Buscar
Cadastro Newsletter
Redes Sociais
Acesso aos Editais

Skip Navigation LinksHome > Lista de Notícias > Notícia
Notícia - Campanha salarial - Trabalhadores da construção civil de SP debatem pauta de reivindicações
Crédito: Arquivo sindicato

Na manhã do dia 26 de fevereiro, na sede do Sintracon-SP mais de 400 trabalhadores se reuniram para, juntamente com o presidente da entidade Ramalho da Construção e sua diretoria, discutir sobre as reivindicações da pauta base para as negociações coletivas 2016/2017.

Durante a reunião, Ramalho não deixou de ressaltar sua esperança em ver a economia brasileira se recuperar ainda na metade deste ano. Também demonstrou preocupação, pois na sua opinião, esta será a negociação mais difícil dos últimos anos por conta da crise.

Ele também reforçou a importância da atuação da mulher no mercado de trabalho atualmente. Considerando também que não deve haver diferença de salário entre os gêneros.

O sindicalista também destacou que somente com a união entre trabalhador e o Sindicato será possível fortalecer cada vez mais a categoria e proporcionar a manutenção dos benefícios já conquistados, além da aquisição de novos direitos.

“Se não houver união, daqui um tempo os funcionários estarão pagando para trabalhar, os patrões só se preocupam em ganhar mais e pagar cada vez menos. Mas estamos aqui para defender nossos companheiros e garantir que seus direitos sejam cumpridos”, disse Ramalho.

A pauta completa dispõe de 98 itens dos quais se destacam:

1-Aumento real aplicado sobre a correção correspondente a variação do INPC dos últimos doze meses;

2-Vale compra equivalente a 30% do piso salarial para cada dependente, inclusive para o empregado;

3-Adicional de 70% para as horas extraordinárias;

4-Participação nos lucros mediante plano a ser elaborado no prazo de 90 dias, assegurada a atribuição de 10% do lucro líquido para distribuição aos empregados;

5-Igualdade de salários para homens e mulheres.

Fonte: Assessoria de imprensa do Sintracon-SP - 26/02/2016
 
Comentários