Buscar
Cadastro Newsletter
Redes Sociais
Acesso aos Editais

Skip Navigation LinksHome > Lista de Notícias > Notícia
Notícia - Professores de Feira de Santana mantêm greve que já dura 15 dias
Professores decretaram greve no dia 11 deste mês (Foto: Reprodução/TV Subaé)

Os professores da rede municipal de Feira de Santana, cidade localizada a 100 quilômetros de Salvador, decidiram, em assembleia na manhã desta sexta-feira (26), manter a greve que já dura 15 dias.

A rede municipal possui 47 mil alunos matriculados e conta com 210 colégios. A greve começou no primeiro dia de ano letivo da rede municipal, no dia 11 de fevereiro.

De acordo com o sindicato da categoria, a paralisação foi mantida porque a prefeitura não pagou, neste mês, um reajuste previsto para janeiro e, além disso, enviou à Câmara Municipal um projeto de lei com proposta sobre a reserva da carga horária diferente do acordo com os docentes.

Os professores querem que a prefeitura reserve um terço da carga horária para atividades fora da sala de aula, direito garantido em lei desde 2008. "O texto do projeto de lei está errado. O projeto só garante a reserva de carga horária nesse ano e o acordo é claro que seriam 2h esse ano, mais 2h em janeiro [2017] 3h em junho de 2017", reclama Marlede Oliveira, diretora da Associação dos Professores Licenciados da Bahia (APLB) em Feira de Santana.

Conforme a sindicalista, a proposta de lei enviada pela prefeitura à Câmara prevê a mudança apenas este ano. O G1 tentou entrar em contato com Jayana Ribeiro, secretária de Educação da cidade, mas até a publicação desta reportagem, ela não foi localizada.

O sindicato também critica a falta do pagamento de um reajuste de 11,36% para professores que atuam na regência de classe previsto para 6 de janeiro de 2016.

Fonte: G1 - 26/02/2016
 
Comentários