Informativos
Visualizar no navegador | Enviar para um amigo
 
 
 
Informativos | Notícias | Contato
Revista Mundo Sindical - 2019: Ano Crucial

Olá amigos,

Começo desejando a todos forças renovadas para 2019. Estamos diante de um novo presidente e um novo Congresso. Temos consciência de que será “um ano crucial” para o mundo do trabalho e sindical.

Suas lideranças precisam estar presentes e agir em defesa dos direitos trabalhistas e da sustentabilidade dos sindicatos, abalados pela reforma trabalhista (Lei 13.467/17) e agora pela extinção do Ministério do Trabalho. “É chegada a hora de as entidades sindicais, sejam patronais ou laborais, assumirem o protagonismo e as rédeas das negociações, das inovações, da prestação de serviços de qualidade às suas categorias”, afirma o advogado Fábio Lemos Zanão em entrevista exclusiva à Mundo Sindical.“O direito coletivo e o direito sindical precisam ser levados a sério”, diz o mestre em Direito. “Aquele sindicalismo de confronto acabou.”

Na mesma linha se posiciona o procurador do Ministério Público do Trabalho do Ceará, Francisco Gérson Marques de Lima. Em recente palestra no Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, disse “ser preciso muita calma nessa hora. Os desafios só estão começando”. O momento é de paciência e de se preparar para a reação. Para ele, o sindicato precisa “politizar o trabalhador e convencê-lo a se filiar e contribuir para a entidade sindical. Esse é o desafio”.

Com o intuito de aprofundar o debate em torno das ações concretas que estão sendo definidas, trazemos para você iniciativas, opiniões e desabafos dospresidentes de sete centrais sindicais. De modo geral, há a determinação de apresentar ao governo uma agenda positiva, trabalhar pelo aumento da sindicalização e defender a legalidade de uma contribuição sindical aprovada, em assembleia, pela maioria dos trabalhadores de uma categoria.

Essa questão da contribuição ganhou forte apoio do Ministério Público do Trabalho (pág. 7). A nota técnica número 2 da Conalis (Coordenadoria Nacional de Promoção da Liberdade Sindical), vinculada ao MPT, emitida no final de outubro, reconhece expressamente o custeio sindical por meio da cobrança de contribuição assistencial aprovada em assembleia da categoria e extensiva a trabalhadores não sindicalizados. No final de novembro, foi a vez de a Câmara de Coordenação e Revisão do MPT reforçar a nota da Conalis. Decidiu que as assembleias são soberanas.

Nesta primeira edição de 2019, você terá duas reportagens com balanços do ano que passou - uma sobre o desmonte das entidades sindicais brasileiras com o fim contribuição anual e o recuo do número de sindicalizados provocado pela crise econômica; outra sobre o fracasso da reforma trabalhista, que não gerou os 2 milhões de empregos prometidos pelo governo. A informalidade explodiu. Não deixe de compartilhar, também, o sentimento de perda pela extinção do Ministério do Trabalho,criado em 1930, e reportagem sobre o futuro do emprego. Por fim, acompanhe novidades do nosso setor nas três páginas do Giro Sindical.

Clique aqui para ler a revista.

Beijos,

Sandra Campos
Editoral da Revista e Portal Mundo Sindical
Celular 11-948-137-799

 
Frentistas de São Paulo fazem assembleia domingo, às 10h
  Os frentistas de São Paulo realizam assembleia domingo, dia 27, às 10 h, na sede do nosso Sindicato para deflagrar a campanha salarial da categoria. T...
VER MAIS

TRF-1 afirma que crime de trabalho escravo não prescreve
  Ao avaliar crime ocorrido há 18 anos, a 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região considerou imprescritível o crime de trabalho análogo ao de...
VER MAIS

GM fica, mas quer redução drástica de direitos, diz sindicato
  Segundo metalúrgicos, empresa pretende aumentar jornada e liberar terceirização. Conversas continuam hoje
VER MAIS

CSB participa de ato em defesa da Justiça do Trabalho
  A segunda-feira (21) foi marcada por atos em defesa da Justiça do Trabalho em diversos estados do País.
VER MAIS

Manifestantes fazem passeata contra venda da Embraer
  Um ato contra a venda da Embraer para a Boeing reuniu cerca de 120 manifestantes no centro de São José dos Campos, na manhã desta quarta-feira (23)
VER MAIS

CTB e Contag: unidade contra a Reforma da Previdência
  Ainda foi tema da reunião, os desafios do sindicalismo rural, a luta pelo fortalecimento da agricultura familiar, a luta pela reforma agrária e valori...
VER MAIS

Marinho defende retirar tutela do Estado das relações trabalhistas
  O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, disse hoje (23), em Brasília, que é preciso retirar a tutela do Estado na relação en...
VER MAIS

Empresários querem meia hora de almoço para trabalhadores de TI
  Além de proposta infame de reajuste das cláusulas econômicas (2,75%), patrões apresentam pauta de corte de direitos da categoria na CCT
VER MAIS

 

 
 
 
 
 

Facebook Twitter YouTube